POTÊNCIA HMNEWS. ÚNICO COM CREDIBILIDADE E INOVAÇÃO EM PAPEL, INTERNET E EVENTOS.

ELÉTRICA | ILUMINAÇÃO | AUTOMAÇÃO |
SUSTENTABILIDADE | SISTEMAS PREDIAIS
 

 

+ de

106 mil

 

LEITORES, INTERNAUTAS, PROFISSIONAIS E FÃS DA REVISTA POTÊNCIA :)

 
ANUNCIE

Começa construção do maior projeto de energia fotovoltaica da Austrália

A Enel, por meio de uma joint venture entre a subsidiária de energia renovável do Grupo, a Enel Green Power SpA ("EGP"), e o Dutch Infrastructure Fund ("DIF"), iniciou a construção da planta fotovoltaica Bungala Solar One, de 137,7 MW, localizada perto de Port Augusta, no sul da Austrália. A planta constitui a primeira parte do Projeto Solar Fotovoltaico Bungala, cuja capacidade totalizará mais de 275 MW.

"Estamos orgulhosos de contribuir com nossa experiência para o desenvolvimento da energia renovável na Austrália por meio da Bungala Solar, a maior usina solar do país atualmente em construção", disse Antonio Cammisecra, responsável pela Enel Green Power. "Este projeto marca o primeiro passo de nossa estratégia de crescimento em um país que possui uma base de recursos tão abundante e cuja capacidade renovável deverá crescer nos próximos anos. Com este pano de fundo, a Enel Green Power pretende se tornar protagonista no setor de energia limpa da Austrália".

A Enel vai investir cerca de US$ 157 milhões de dólares no projeto de 275 MW, que tem um investimento total de US$ 315 milhões de dólares financiados por meio de uma combinação de capital próprio e financiamento de projetos com um consórcio de bancos locais e internacionais. O projeto da Bungala Solar foi totalmente contratado com um acordo de aquisição de energia de longo prazo com a Origin Energy, uma das principais empresas australianas de energia.

A construção da segunda parte da instalação, a Bungala Solar Two, deverá começar até o final de 2017, enquanto o projeto total de 275 MW estará totalmente operacional no início de 2019. Uma vez concluída, a instalação total de Bungala Solar será capaz para gerar cerca de 570 GWh por ano, o equivalente às necessidades de consumo de energia de aproximadamente 82.000 famílias australianas, evitando a emissão de mais de 520.000 toneladas de CO2 na atmosfera.

Bungala Solar One, que abrangerá uma área de aproximadamente 300 hectares, consiste em cerca de 420.000 módulos fotovoltaicos policristalinos, construídos sobre estruturas de rastreamento de eixo único que seguirão o caminho do Sol de leste a oeste, aumentando a quantidade de energia produzida pela planta, em comparação com módulos fotovoltaicos de estruturas fixas. A energia gerada pela instalação será enviada à rede de transmissão do país através das subestações Emeroo e Davenport, perto de Port Augusta.

A Austrália tem 18 GW de capacidade renovável instalada e produz cerca de 17.500 GWh, o equivalente a 17,3% da produção elétrica do país. A meta do Renewable Energy Target - RET, programa do Governo Federal, é ter 23,5% de energia gerada a partir de fontes renováveis até 2020. O plano é complementado por iniciativas estaduais destinadas a aumentar a geração de energia renovável por meio de um mecanismo de leilões.