POTÊNCIA HMNEWS. ÚNICO COM CREDIBILIDADE E INOVAÇÃO EM PAPEL, INTERNET E EVENTOS.

ELÉTRICA | ILUMINAÇÃO | AUTOMAÇÃO |
SUSTENTABILIDADE | SISTEMAS PREDIAIS
           
ANUNCIE

Transmissão de energia

A gigante chinesa State Grid, uma das maiores empresas globais no setor elétrico, começou no ano passado a construção da maior linha de transmissão de energia do Brasil e a segunda maior do mundo.

Com 2,5 mil km de extensão, o linhão vai levar energia da hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, para o Sudeste brasileiro. E a Pacer Logística acaba de ingressar nas operações de transporte de bobinas de alumínio para esse empreendimento.

Ao longo do projeto, a Pacer vai transportar 9 mil bobinas fornecidas pela Nari, maior fabricante chinês de equipamentos de energia elétrica. O material vem da Ásia até o porto de Santos. De lá, a carga é armazenada no Porto Seco de São Bernardo do Campo. E a Pacer faz a distribuição entre a região do ABC e 11 cidades, onde estão os canteiros de obras da linha de transmissão.

O investimento da Xingu-Rio Transmissora de Energia (XRTE), empresa criada pela State Grid para tocar o projeto do linhão, será de R$ 9,6 bilhões. O empreendimento deve ser inaugurado em dezembro de 2019. E a obra deve gerar 16 mil empregos, em 13 canteiros principais e 33 de apoio.

“A flexibilidade da Pacer permitiu atender às necessidades da Nari, de entrega das bobinas nos canteiros de obras durante cinco meses, em veículos abertos, adequados para este tipo de carga”, explica Alexandre Caldas, diretor da Pacer.